‘Direitos Humanos’ de Erol Anar nas principais universidades do mundo

Diversos tons de vermelho/série Inhotim
18 de outubro de 2016
Um caminho para o reencantamento/série Inhotim
23 de outubro de 2016

‘Direitos Humanos’ de Erol Anar nas principais universidades do mundo

14625368_10155285582850558_224618141_n-1

Os quatro livros sobre direitos humanos de Erol Anar, escritor que nasceu na Turquia e há mais de 10 anos vive em Curitiba, Brasil, estão nas bibliotecas das principais universidades do mundo – EUA, França, Alemanha, Canadá.

12508914_10154487542545558_8868414623586395344_n

O escritor, poeta e artista, que já escreveu para alguns jornais da cidade paranaense e é colaborador do PanHoramarte, trabalhou como voluntário na área de direitos humanos por 18 anos na Turquia e alguns de seus livros sobre o tema foram recursos das aulas nas 10 universidades turcas.

Em pleno século XXI as sociedades ainda necessitam da tarefa de casa para recapitular a lição sobre o direito do homem à vida e  liberdade em todos os níveis. Mas os que ousam escrever sobre esses direitos ou denunciar abusos são perseguidos.

“Ote Kiyida Yasayanlar – 1997 (Os povos que vivem do outro lado)” é uma pesquisa sobre as diferentes minorias que residem na Turquia, com ênfase aos direitos humanos e  também trata da história deles, que se inicia a partir do Império Otomano. Depois de anos de circulação, um promotor quis abrir um processo mas não conseguiu porque o tempo para propor a ação já tinha passado.  Turquia tem 47 diferentes nações e minorias. Anar é membro de uma minoria (Circassianos, Cherkess).

14619880_10155285575500558_678474122_n

İnsan Hakları Küreselleșme Post Modernizm Yeni Perspektifler (Direitos humanos, a globalização, pós-modernismo e novas perspectivas): Um livro sobre direitos humanos, pós-modernismo e o futuro do humanismo à luz dos direitos humanos.  Editora Fundação Turquia e Oriente Médio, Ancara, Turquia.

İnsan Hakları Tarihi (Uma história Global dos direitos humanos): Pesquisa a história dos direitos humanos universais e contém dados sobre a era Otomana. Esse livro foi confiscado pelo Fórum de Segurança Nacional da Turquia, mas atualmente esta liberado. Trata de todos os assuntos de direitos humanos. Segunda edição: editora Chiviyazilari, Istambul, Turquia.
Düșünce Özgürlüğü (Liberdade de Expressão): É uma pesquisa sobre a história de diferentes povos, Império Otomano e outros povos, Europa, enfim, sobre a liberdade de expressão e direitos humanos. Esse livro foi confiscado pelo Fórum de Segurança Nacional, o escritor foi condenado a 10 meses de prisão mas não precisou cumprir porque a pena foi revogada. Editora Aral, Ancara, Turquia.

14717307_10155333477145558_3052536584878940310_n

Erol Anar  tem 15 livros publicados na Turquia e dois traduzidos para língua portuguesa- Café da Manhã Existencialista e Amor e Solidão. Desse total, três sobre direitos humanos foram confiscados pelo tribunais da Turquia. Ele tem projetos de publicar esses livros em língua portuguesa.

O escritor nasceu em Havza, Turquia, estudou em cursos de Antropologia, História da Arte e Pintura em universidades de Istambul, Ancara e Samsun. Foi membro da Associação dos Escritores Turcos, trabalhou no Centro de Arte Contemporânea de Ancara, onde foi orientador de leitura das obras de Dostoiévski e da literatura universal durante 10 anos.

Escreveu em diversos jornais, vários artigos foram sobre arte, direitos humanos, literatura e a vida cotidiana. Ainda teve entrevistas veiculadas em jornais de diversos países. Atualmente reside no Brasil, alguns artigos dele foram publicados na sessão Expresso de Folha de Londrina.

Recebeu o terceiro lugar no Prêmio Jornalista Musa Anter 1997 ( jornalista que foi assassinado por suas ideias), Istambul, segundo lugar no mesmo prêmio em 1998, recebeu prêmio Liberdade de Expressão, 1977, New York, pela Fundação Hellman-Hammeth e Menção Honrosa no XVII Concurso Nacional da Academia Ponta-Grossense de Letras e Artes, Brasil, 2010.

Universidades e locais que possuem as publicações em suas bibliotecas:

Harvard College Library Cambridge, MA 02139 United States Columbia University Libraries New York, NY 10027 United States

Princeton University Library Princeton, NJ 08544 United States

Library of Congress Washington, DC 20540 United States

University of Toronto Robarts Library Toronto, ON M5S 1A5 Canada

Ohio State University Libraries Columbus, OH 43210 United States

Universitätsbibliothek Gießen Gießen, 35394 Germany

Universitätsbibliothek der Eberhard Karls Universität Tübingen, 72074 Germany

Bogazici University Library Istanbul, Turkey

University of Cyprus Library Βιβλιοθήκη Πανεπιστημίου Κύπρου Nicosia, 1678 Cyprus University of Texas Libraries University of Texas Libraries Austin, TX 78713 United States University of Utah J. Willard Marriott LibrarySalt Lake City, UT 84112 United States

University of London, School of Oriental and African Studies SOAS London, WC1H 0XG United Kingdom

Bibliothèque nationale de France BnF Paris, 75013 France

Danish Union Catalogue and Danish National Bibliography library.dk; bibliotek.dk; BC Ballerup, DK 2750 Denmark

The Royal Library – Copenhagen University Library Det Kongelige Bibliotek: Nationalbibliotek og Københavns Universitetsbibliotek Copenhagen K, DK-1221 Denmark

 

Comentários Facebook

comentarios

Mari Weigert
Mari Weigert
Mari Weigert é jornalista com especialização em História da Arte pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná. Atuou na área de cultura como jornalista oficial do Governo do Paraná. Durante um ano participou das aulas de crítica de arte de Maria Letizia Proietti e Orieta Rossi, na Sapienza Università, em Roma. Acredita nas palavras bem ditas ou 'benditas', ou seja, bem escritas, que educam, que seduzem pelos significados, pela emoção ao informar sobre a arte da vida que se manifesta nas relações afetivas, na criação artística, nos lugares, na natureza e na energia do Universo.

Os comentários estão encerrados.