Inhotim é simbiose perfeita entre arte contemporânea e natureza
14 de outubro de 2016
Diversos tons de vermelho/série Inhotim
18 de outubro de 2016

A Chuva

A chuva está caindo

Mas não molha ninguém,

Um viajante sozinho

Que não consegue se molhar pela chuva

Está chegando a uma tristeza profunda…

 

Quando o amor começa primeiramente parece um chuvisco que cai devagar, entretanto será rápido e finalmente virará um aguaceiro. Depois da chuva acabar irá sobrar o cheiro da terra e o silêncio triste proveniente da chuva.

Quando o chuvisco inicia faz a planta no coração crescer e florescer, é um chuvisco verde da primavera e a cada gota caida no coração, mais alegria transmite. As gotas da chuva tornam-se maiores cada vez e os brotos crescem robustos.

Depois o chuvisco vira uma chuva rápida, e um sentimento poético cobre todo o corpo do amante. Então, uma chuva cai azul muito forte e poderá ser visto um arco-íris no céu que faz esquecer o tempo.

O aguaceiro  finda tão rápido quanto começou.

 

O amor começa com uma chuva verde

A água aumenta, vem uma chuva azul

Depois acaba com a cor cinza

 

Depois do forte aguaceiro terminar, o fundo da terra exala um cheiro fresco e com silêncio profundo, mostra que o amor acabou também. Em seguida, os passarinhos ainda molhados saem de suas casas e as flores sobem pelas suas cabeças até o céu. A estação do amor findou e as duras verdades da vida recomeçam. Agora é possível perceber o tempo, estamos acordados e não somos mais amantes.

 

Erol Anar

“Amor e Solidão”

Comentários Facebook

comentarios

Erol Anar
Erol Anar
Erol Anar nasceu em Havza na Turquia, estudou em cursos de Antropologia (durante dois anos), História da Arte (durante dois anos) e pintura (durante um ano) nas universidades de Istambul, Ancara e Samsun. Foi membro da Associação dos Escritores Turcos, trabalhou no Centro de Arte Contemporânea de Ancara onde foi orientador de leitura da obra de Dostoiévski e da literatura universal durante 10 anos. Ganhou prêmios. Escreveu em diversos jornais, vários artigos foram sobre arte, direitos humanos, literatura e a vida cotidiana. Ainda teve entrevistas veiculadas em jornais de diversos países e tem 15 livros publicados no idioma turco.2 Deles foram traduzidos para português.

Os comentários estão encerrados.