“Nidos” que acolhem e se embaraçam numa pesquisa pictórica vibrante

Cultura e mídia são as armas de uma guerra já declarada
3 de julho de 2015
As Cores do Sagrado: legado de Carybé para o Brasil
8 de julho de 2015

“Nidos” que acolhem e se embaraçam numa pesquisa pictórica vibrante

“Nidos” cativam e acolhem o observador  nesta metamorfose contínua da artista.

A mostra “Nidos” de  Claudia de Lara, no Solar do Rosário, em Curitiba, resume todas as fases da pesquisa pictórica da artista  num só momento: as cores vibrantes e a lã, que lembra costura, o feminino, e remete a outra fase, Retalhos.

bicicletas3

Foto Internet blog Claudia http://www.claudialara.com.br/

As obras de Claudia de Lara, em todas as suas fases, à exceção Cotidiano Desorientado, que é uma série elaborada em preto e branco, são coloridas e essa vibração das cores imprimem movimento às obras, sobretudo em séries como Diversão e Bicicletas.

IMG_3509

Foto por Mari Weigert

Quem acompanha a trajetória artística de Claudia de Lara percebe que em muitos de seus trabalhos ela retoma a linha e o tecido, como fez nas obras que fazem parte do Calendário Cor Púrpura., recentemente.

IMG_3532

Foto por Mari Weigert

“Na verdade, não foi uma fase apenas; Retalhos, a costura, a linha, o tecido são recursos utilizados para a elaboração das minhas obras e sempre fizeram parte de mim. É a mulher presente”, diz ela.

Um documentário curta-metragem (15min), Retalhos que pertencem, dirigido por Thereza Oliveiras conta sua trajetória artística e mostra que o trabalho de Claudia de Lara parte da imagem fotográfica, que é manipulada por meio do computador e, durante este processo, introduz o efeito pictórico.

Olhar Crítico

“Nidos” é a criação que engloba todos os trabalhos de Claudia de Lara, artista brasileira que se expressa pelas cores, acima de tudo, por traduzir um habitat…. uma energia de vida. Incansável pesquisadora de uma poética, seja  ela capaz de transmitir a linguagem do mundo contemporâneo ou de suas próprias raízes.

solarnidos2 (3)

Foto Internet. Claudia http://www.claudialara.com.br/

“Todas minhas obras provocam o espectador e o inserem no ‘ninho contemporâneo’. O ninho contemporâneo vem com os elementos do exagero, do movimento, da diversidade”, explica.

Série:Diversão

Graci

Foto Internet. Blog Claudia http://www.claudialara.com.br/

“Recorte do cotidiano para aprisionar o movimento. Nesse ato de fragmentar e congelar a realidade, a artista discute não só a arte, mas também se posiciona para olhar a contemporaneidade”, fonte blog de Claudia.

Série: Bicicletas

lambretas006

Foto Internet. Blog Claudia http://www.claudialara.com.br/

“Porque não ficar então só com a imagem digital? Pelo exercício, pelo trabalho, pela experiência, porque minha pesquisa é na pintura! Cor, claro/ escuro, dentro e fora, cheio e vazio, côncavo e convexo, volume, tensão, direção…

E a bicicleta é o ícone lúdico da independência, do ganhar velocidade e ganhar o mundo… Além de ser um desenho que se movimenta”.

Série:Cotidiano Desorientado

i

Foto Internet. Blog Claudia http://www.claudialara.com.br/

“Esta serie é de 2006. Se caracteriza pela sobreposição de desenhos em carvão, giz pastel e pintura em acrílico, sempre nas cores preto, branco e outra monocromia de algum tom. A sobreposição de varias imagens se refere a um cotidiano contemporâneo decadente”. Fonte Claudia de Lara.

 

 

 

 

 

 


 
 

Comentários Facebook

comentarios

Mari Weigert
Mari Weigert
Mari Weigert é jornalista com especialização em História da Arte pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná. Atuou na área de cultura como jornalista oficial do Governo do Paraná. Durante um ano participou das aulas de crítica de arte de Maria Letizia Proietti e Orieta Rossi, na Sapienza Università, em Roma. Acredita nas palavras bem ditas ou 'benditas', ou seja, bem escritas, que educam, que seduzem pelos significados, pela emoção ao informar sobre a arte da vida que se manifesta nas relações afetivas, na criação artística, nos lugares, na natureza e na energia do Universo.

2 Comentários

  1. Lucia Helena Fernandes Stall disse:

    Maravilhosa a obra da artista. Excelênte abordagem de Mari Weigert. Parabéns para as duas, artista e crítica.

    • Mari Weigert disse:

      Obrigada Lúcia. É verdade, Claudia tem um trabalho muito bom e tenho acompanhado a evolução de sua poética e suas obras sempre surpreendem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.