Luiz Ernesto Wanke ( in Memorian)

Luiz Ernesto Wanke (1933-2019) foi escritor, professor e buscou na pesquisa histórica sentido para seus livros.

Ele e seu irmão Eno Theodoro Wanke ( in memorian) seguiram o sinal de Marie- a bisavó. Ler a Saga da família no Legado

Perdemos o primo e escritor Luiz Ernesto Wanke Wanke, autor de diversos livros como Brasil Chinês, Piás de Hitler, entre outros Incansável pesquisador sobre a origem dos nossos índios, junto com seu filho Marcos Luiz Wanke Wanke

Luiz Ernesto escreveu para o PanHoramarte 38 textos, num estilo inconfundível para contar sobre suas experiências como professor e suas pesquisas. Sentimos nós, dele ter nos deixado fisicamente, mas nos consola saber que estaremos sempre com ele quando estivermos lendo e relendo seus textos e livros, nos quais colocou um pouco de sua alma nas palavras e frases.

Na saudade do primo e de seus comentários, me dizia que iria publicar um livro de contos e crônicas, fui buscar seus textos no PanHoramarte. Destaco três deles que transmitem aquilo que ele pensava sobre os mistérios da vida. Um deles é ‘Parla’, no qual fala de Deus. ‘Existe Vida além da Terra’ conta sobre um experimento científico que prova a existência da pós-vida.’Nada é eternamente’ uma espirituosa história sobre a árvore do Líbano.

 

22 de março de 2015

Gênese de uma história

Tenho quatro livros sobre assuntos de História, mas estava ansioso em escrever uma ficção. Rebusquei no meu passado procurando algum assunto que desse um romance ou […]
8 de abril de 2015

A Bugrinha

(Uma história contada por ‘mamãe Generosa’, avó da coautora e do próximo livro dos autores) Hoje peguei meu álbum amarelado pelo tempo, e que escrevi nos […]
24 de abril de 2015

Lágrimas de papel

Por Luiz Ernesto Wanke – Todos nós guardamos fotografias antigas de pessoas queridas, de lugares e, principalmente, de nossos antepassados, tudo por motivos sentimentais. Olhar uma […]
30 de abril de 2015

A fuga do Neco

Por Luiz Ernesto Wanke – Esta é uma história de cadeia. Trabalhei como dentista na Penitenciária Central do Estado do Paraná por dez anos. Lá ouvi […]
7 de Maio de 2015

A ‘alma’ das coisas

Por Luiz Ernesto Wanke  – “ Zélia, o Boris não quer morrer!” “- Danado!” Foi o pequeno diálogo que um jornalista ouviu, enquanto o  casal de […]