Foto via site https://contacausos.com.br
Foto via site https://contacausos.com.br

Era uma vez …

Escrever uma história é como preparar uma obra de arte. O autor precisa primeiro se apaixonar pelo conteúdo que está criando, elaborá-lo em sua mente, assim dará alma e identidade aos personagens e aos fatos que são narrados.

O texto deve ser rico e envolvente nos detalhes para inserir o leitor na sua cena. Se o autor conseguir fazer o leitor vivenciar a história narrada na sua imaginação como se ele fosse o personagem descrito, aí sim, será uma obra-prima.

É como pincelar nuances e gradações de cores que dão sentido a uma tela. Contos e crônicas é o espaço criado por PanHoramarte para uma leitura sem pressa e entretenimento nas horas vagas…

10 de novembro de 2018

Outono

O outono chegou na Europa. Na verdade já faz um tempo. Demorei para escrever esse post, eu sei. Mas é que faz tempo busco um tempinho […]
4 de setembro de 2018

Numa estação perdida na França…

Numa estação perdida na França havia uma menina comendo um sanduíche; uma criança jogando com os brinquedos da estação, um menino dormido no sofá e um […]
4 de junho de 2018

Saudades do português? Ô

Acabo determinar de ler “Felicidade Crônica” da Martha Medeiros. Um bom manual para quem não tem regras na vida e aceita de bom humor as oportunidades, […]
31 de maio de 2018

Que a vida não termine inutilmente

Depois de tanto tempo sem ter tempo… para ler, para desfrutar de um dia só pra mim, tive a oportunidade esses dias de ter o gostinho […]
22 de maio de 2018

Mindfulness

Já faz algumas semanas, antes de viajar para o Brasil, fiz um curso de mindfulness aqui na empresa onde trabalho. Complicado falar sobre mindfulness quando tantas coisas estão […]
9 de maio de 2018

Mãos. ‘Imagem vale mais que mil palavras’

Mãos tão significativas na imagem que não me contive em fotografar. Sem olhar a quem pertence podemos exercitar nossa criatividade e divagar nas linhas de sua […]
18 de abril de 2018

Cataratas do Iguaçu pela poética do índio

Em tempo de histórias, no mês que se instituiu o Dia do Índio (19), para pensar no mais brasileiro de todos os habitantes desse vasto território, […]
30 de março de 2018

Desapegos necessários que eliminam o ‘para sempre’

O fato de entregar um velho armário de imbuía maciça “para sempre” me deixou vulnerável às emoções relacionadas com o apego e a história de minha […]
27 de março de 2018

Um deserto estrelado e sua beleza invisível

Quando lembro do Saara  à noite, onde a única luz que existe é das estrelas no céu, fico imaginando o inconsciente como a misteriosa escuridão do […]
25 de fevereiro de 2018

Tarefas pendentes para ser feliz

O sentido da vida é que a vida acaba. Faz muito tempo eu escutei essa frase por ai. Nunca melhor dito. Nunca melhor plasmado. Mas a […]
15 de dezembro de 2017

Por que escrevo

Difícil explicar porque pensei em escrever esse artigo. Mas o fim do ano está chegando e é inevitável não começar a fazer um balanço anual. Tenho […]
9 de dezembro de 2017

Arte de fazer rir da palhaça cheia de graça

O palhaço e a palhaça são uma graça. A imagem deles é sinônimo de alegria e ternura.  Por que não valorizar a palhaça também? Tanto no […]
25 de novembro de 2017

Lágrimas de emoção fortalecem a nossa existência

Quem já chorou emocionada (o) ao assistir um filme ou expressou um sentimento de amor profundo pela chegada ou partida de alguém com lágrimas? Saiba que […]
20 de novembro de 2017

Os pequenos detalhes importam

Olhe a sua volta: o que você vê? Como está o dia: faz sol, chove, neva? Esta quente, frio? Você já tomou café? Como você gosta […]
8 de novembro de 2017

Biblioterapia

Desde que cheguei na Europa enfrentei uma série de problemas que nunca tinha vivido antes. Me lembro bem desse sentimento de orgulho e medo ao mesmo […]
2 de novembro de 2017

“Quereis conhecer o segredo da morte”

Minha avó faleceu quando ia completar 80 anos. Anos antes de sua morte já comentava entre os familiares que já tinha vivido demais. Que estava na […]
16 de outubro de 2017

A importância da solidão

Acho que um dos grandes dilemas atuais do ser humano nessa época de transformação tecnológica que estamos vivendo é a solidão. É curioso pensar que vivemos […]
12 de outubro de 2017

Ser criança e as lembranças de um tempo que fica para sempre

Estamos quase no fim do ano de 2017. O tempo sem dúvida corre e mesmo sendo importante pensarmos diariamente no cuidado das crianças, este é o […]
8 de outubro de 2017

“As Crianças da Ferroviária”

 Há anos  atrás  li o livro intitulado “As crianças da Ferroviária”  e continuamente me recordo dele. Quando acabei a leitura estava identificado com a experiência dessa […]
22 de agosto de 2017

A ignorância

É engraçado ver como o tempo passa e o pouco que a gente assimila sobre isso. Nesse último feriado aqui da Espanha comprei um bilhete pra […]