“Como a fotografia nos dá todas as garantias desejáveis de exatidão (eles crêem nisso, os insensatos!), a arte, é a fotografia”. Baudeleire

A indignação do poeta, crítico, escritor do século XIX, Charles Baudeleire  já era o prenúncio de uma grande mudança na arte ocidental. Os artistas começaram sair de seus ateliers e buscar reproduzir as alterações e os efeitos da luz em suas telas. Nascia o movimento Impressionista.

O artigo Impressionismo e a fotografia compara as mudanças na época em que fotógrafos começaram a competir com os artistas.

12 de maio de 2018

Tecnologia salva obra de Monet danificada num incêndio

Em 1958, um trágico incêndio no MoMA de Nova York danificou diversas obras de arte, entre elas, uma da série Ninfeia, de Monet. Um projeto ambicioso […]
5 de maio de 2018

Monet sempre marca presença nas primaveras européias

O brilho da primavera européia estará sempre presente nas telas impressionistas de Claude Monet. E para quem deseja apreciar a arte de um artista que abriu […]
18 de agosto de 2017

Somerset House: visita obrigatória quando a Londres turística fica para trás

Sei que Londres tem milhões de galerias de arte, de museus e de coisas para fazer. Se você quiser vir aqui e pensar que vai dar […]
30 de dezembro de 2016

Monet e as ninfeias: 2017 com luminosidade e cor

Nada melhor que começar 2017 apreciando o belo, sobretudo a beleza das flores. Escolhemos as ninfeias pela extraordinária delicadeza de suas formas e cores.  A visita […]
29 de julho de 2016

Invenção da fotografia estimulou o impressionismo

Paisagens da primavera européia estarão sempre associadas às telas impressionistas, um movimento artístico que buscou aperfeiçoar no delinear dos traços, os efeitos da luz sobre a […]
3 de maio de 2016

Ninfeias de Monet para relaxar e encontrar a paz. Impressionismo

Em tempos de Brasil conturbado vale pontuar no PanHoramarte a serenidade das ninfeias de Monet, enormes telas que se encontram no Museu de L’Orangerie, no Jardim […]