Luiz Ernesto Wanke

10 de abril de 2017
A caída de Ícaro

Ícaro doidão

Quem trabalhou na penitenciária passou por pelos menos uma rebelião A minha foi em 1989, quando eu era dentista e batalhava lá no fundão. Onze presos […]
24 de fevereiro de 2017
Independência do Brasil

Desconstrução da pintura O Grito do Ipiranga de Pedro Américo

Por Maria Marlene Redkva Wanke (apresentação no livro “O Grito do Ipiranga Segundo Pedro Américo) – Sou do tempo que nas escolas existia uma professora de canto e […]
19 de janeiro de 2017
3

O dia que cruzei com Deus

Por Luiz Ernesto Wanke – Que gelo! Era um dia tremendamente frio, com um ventinho gelado, daqueles de congelar o dedão do pé. As gotículas de […]
2 de dezembro de 2016
foto4

Nossos índios chineses

O texto refere-se a novas descobertas feitas por mim sobre a tese de que os ancestrais dos índios da América são  chineses Afirmação: os índios americanos […]
21 de novembro de 2016
batuque1

Do umbigo à umbigada

Por Luiz Ernesto Wanke – Na história pessoal de cada um o umbigo parece ser apenas a cicatriz no meio do ventre originada pelo corte do […]
28 de outubro de 2016
o_senhor_da_minha_historia_1469544388599599sk1469544388b

Uma história com dono

Quando nosso ídolo Ayrton Senna morreu, houve uma comoção nacional sem precedentes. Como sempre, a mídia procurou achar fatos desconhecidos e pessoas próximas dele para escancarar […]
17 de julho de 2016
olimpiada

I – Heróis Olímpicos: o lendário Jesse Owens

Por Luiz Ernesto Wanke –  Por algum tempo namoramos aquele velho álbum de autógrafos da Olimpíada de Berlim de 1936 que estava exposto na vitrine de […]
22 de maio de 2016
Immagine

Parla!

Nas minhas andanças como professor de ciências sempre transitei pelos laboratórios das escolas. Numa dessas ‘experiências’ descobri um fenômeno inédito, original e importante, com respeito à […]
2 de março de 2016
imagem34

Professor afirma que existe vida além da Terra

Para tornar o texto mais didático simulei uma entrevista: “ Luiz Ernesto Wanke foi professor de Física e Matemática (hoje aposentado). Boa parte de sua vida […]
10 de fevereiro de 2016
2

O castelo

Por Luiz Ernesto Wanke – De longe é branquinho E suas torres terminam no céu, Bonito de doer (Estou sendo piegas?) Os pinheiros a encobrem aumentando […]
28 de dezembro de 2015
Scan (3)

A lenda da capela segundo um bugre. Transcrito por Sebastião Paraná – 1899

  ( Texto que faz parte da introdução do novo livro do casal Luiz Ernesto Wanke/  Maria Marlene Wanke chamado ‘Faxinal dos Polacos’, a ser lançado […]
14 de dezembro de 2015
pedra

A Pedra da Lua

Por Luiz Ernesto Wanke –  Foi naquele descampado no alto, onde juntamente com os colegas de classe fazíamos um passeio pelo Morro do Ferro. Enquanto eles chutavam […]
11 de novembro de 2015
guarda

O bote

  Por Luiz Ernesto Wanke ( Quem trabalhou na penitenciária deve ter passado pelo menos por uma rebelião. Fui dentista lá por dez anos e quase […]
1 de novembro de 2015
liveo

Kafka, uma metamorfose coletiva

Por Luiz Ernesto Wanke – Está nas livrarias uma antologia, ‘Kafka, uma metamorfose inspiradora’, uma coletânea de autores que orbitam nossa Curitiba. Foi organizada pelo maestro Carlyle […]
16 de outubro de 2015
AE

A Partícula do Diabo

Por Luiz Ernesto Wanke – Está divertido ver na mídia as explicações sobre a descoberta da partícula subatômica que começa com um nome complicado, bóson de […]
25 de setembro de 2015
fotorecorte

Lufadas de saudades vindas do passado

Por Luiz Ernesto Wanke – Uma maneira muito legal de visitar o passado é pesquisar jornais velhos. Descobrem-se muitos documentos importantes, mas também algumas lufadas de […]
13 de setembro de 2015
Scan

Seu Estefano

Por Luiz Ernesto Wanke – (Durante o tempo que fui dentista na Penitenciária Central do Paraná ouvi muitas histórias dos internos. Esta, da morte do Seu […]
23 de agosto de 2015
indio

Os geoglifos na arte dos Incas

Por Luiz Ernesto Wanke – A primeira evidência de que nossos índios americanos são descendentes dos chineses, com perdão da brincadeira, ‘saltam aos olhos’. Sim, os […]
13 de agosto de 2015
1

Sufoco infernal

Por Luiz Ernesto Wanke – Vinha preocupado quando entrei na Avenida Vicente Machado com minha velha Brasília. É que o dinheiro do mês tinha acabado e […]
28 de julho de 2015
contoluiz

Que mal lhe pergunte

Quando olhei a fila quilométrica esperando o meu ônibus é que dei conta do grande desastre de ter chegado o mês de março e com isto, […]