Luiz Ernesto Wanke é escritor, professor e curte buscar na pesquisa histórica sentido para seus livros.

Ele e seu irmão Eno Theodoro Wanke ( in memorian) seguiram o sinal de Marie- a bisavó. Ler a Saga da família no Legado

Luiz Ernesto Wanke faz parte da família de Marie Weigert Wanke.

Tem livros publicados, entre eles Brasil Chinês, uma pesquisa histórica sobre a origem dos índios brasileiros realizada em conjunto com o filho Marcos Luiz Wanke. Escreveu Piás de Hitler, O Grito do Ipiranga Segundo Pedro Américo, O homem que lia com números…

Em um de seus estudos como professor realizou uma experiência que considerou a mais extraordinária de todas:

Professor afirma que existe vida além da terra

10 de abril de 2017
A caída de Ícaro

Ícaro doidão

Quem trabalhou na penitenciária passou por pelos menos uma rebelião A minha foi em 1989, quando eu era dentista e batalhava lá no fundão. Onze presos […]
19 de janeiro de 2017
3

O dia que cruzei com Deus

Por Luiz Ernesto Wanke – Que gelo! Era um dia tremendamente frio, com um ventinho gelado, daqueles de congelar o dedão do pé. As gotículas de […]
2 de janeiro de 2017
15

“Brasil Chinês” em segunda edição com novas descobertas

Entrevista encaminhada à imprensa sobre novas descobertas na história, que serão inseridas na segunda edição do meu livro “Brasil Chinês”. Professor, soubemos que o senhor está […]
2 de dezembro de 2016
foto4

Nossos índios chineses

O texto refere-se a novas descobertas feitas por mim sobre a tese de que os ancestrais dos índios da América são  chineses Afirmação: os índios americanos […]
21 de novembro de 2016
batuque1

Do umbigo à umbigada

Por Luiz Ernesto Wanke – Na história pessoal de cada um o umbigo parece ser apenas a cicatriz no meio do ventre originada pelo corte do […]
28 de outubro de 2016
o_senhor_da_minha_historia_1469544388599599sk1469544388b

Uma história com dono

Quando nosso ídolo Ayrton Senna morreu, houve uma comoção nacional sem precedentes. Como sempre, a mídia procurou achar fatos desconhecidos e pessoas próximas dele para escancarar […]
24 de setembro de 2016
129_2623_o20grito20do20ipiranga

Fantasia criada por Pedro Américo no Grito do Ipiranga

  “O Grito do Ipiranga – segundo Pedro Américo“ é  um livro  rápido de ler, curioso  e dirigido aos  interessados em saber mais sobre o que […]
17 de julho de 2016
olimpiada

I – Heróis Olímpicos: o lendário Jesse Owens

Por Luiz Ernesto Wanke –  Por algum tempo namoramos aquele velho álbum de autógrafos da Olimpíada de Berlim de 1936 que estava exposto na vitrine de […]
22 de maio de 2016
Immagine

Parla!

Nas minhas andanças como professor de ciências sempre transitei pelos laboratórios das escolas. Numa dessas ‘experiências’ descobri um fenômeno inédito, original e importante, com respeito à […]
15 de abril de 2016
3

Cerimônia terminal

SUJOU! O cortejo apontou na virada da esquina justamente na hora que o zelador estava fechando o cemitério. O homem de preto que comandava o séquito […]
21 de março de 2016
serraria

Carta do Eno

Por Luiz Ernesto Wanke – Do meu mano, Eno Theodoro Wanke, lembro-me mais da nossa convivência na sua juventude, mas não de uma maneira linear porque na minha […]
2 de março de 2016
imagem34

Professor afirma que existe vida além da Terra

Para tornar o texto mais didático simulei uma entrevista: “ Luiz Ernesto Wanke foi professor de Física e Matemática (hoje aposentado). Boa parte de sua vida […]
24 de fevereiro de 2016
23

Nada é eternamente

Por Luiz Ernesto Wanke – Festejando uma folga repentina no meio de uma aula chata de Física, os alunos desceram as escadas do seminário numa algazarra […]
10 de fevereiro de 2016
2

O castelo

Por Luiz Ernesto Wanke – De longe é branquinho E suas torres terminam no céu, Bonito de doer (Estou sendo piegas?) Os pinheiros a encobrem aumentando […]
27 de janeiro de 2016
imag_pan (1)

O moleque

Por Luiz Ernesto Wanke – ( Este é um causo acontecido no anexo do Colégio Estadual Regente Feijó, em Ponta Grossa, na década de oitenta) O prédio […]
28 de dezembro de 2015
Scan (3)

A lenda da capela segundo um bugre. Transcrito por Sebastião Paraná – 1899

  ( Texto que faz parte da introdução do novo livro do casal Luiz Ernesto Wanke/  Maria Marlene Wanke chamado ‘Faxinal dos Polacos’, a ser lançado […]
14 de dezembro de 2015
pedra

A Pedra da Lua

Por Luiz Ernesto Wanke –  Foi naquele descampado no alto, onde juntamente com os colegas de classe fazíamos um passeio pelo Morro do Ferro. Enquanto eles chutavam […]
3 de dezembro de 2015
natal

Natal de supermercado

Por Luiz Ernesto Wanke – Nosso supermercado do bairro não merece o superlativo. É um bom mercado, vá lá, tem açougue, padaria e tudo mais que […]
11 de novembro de 2015
guarda

O bote

  Por Luiz Ernesto Wanke ( Quem trabalhou na penitenciária deve ter passado pelo menos por uma rebelião. Fui dentista lá por dez anos e quase […]
16 de outubro de 2015
AE

A Partícula do Diabo

Por Luiz Ernesto Wanke – Está divertido ver na mídia as explicações sobre a descoberta da partícula subatômica que começa com um nome complicado, bóson de […]