A leitura não fazia parte do universo feminino no tempo em que Marie passou por esse mundo. O espaço da mulher era limitado à casa, filhos e marido.

O contos de o Legado são dedicados a Marie Weigert Wanke uma senhorinha do século XIX que adorava ler e ficou famosa na família dela por um episódio que foi contado de geração à geração de um jeito doce e bem humorado…

O legado é uma história escrita em quatro partes, Tributo a Marie, Ser Dona de Casa, eu? Viagem de Marie ao Brasil, Um resgate necessário.

A grande escritora, Lygia Fagundes Telles, que foi a terceira mulher a tomar posse na Academia Brasileira de Letras – 12 de maio de 1987, define em apenas uma frase o que sente quando escreve um livro.

“A palavra é a ponte que o escritor lança para o seu próximo. Eu estendo a ponte e digo: venha”.

Eu entendo Lygia! Construo pontes por meio de palavras e as atravesso sempre, pelo simples fato de que recebi este “gosto”, este estímulo, seguindo as pegadas de Marie. Recebi dela um legado eterno!

9 de janeiro de 2015
Familia Wanke, bodas de ouro de vuvú Edward Wanke e Marie Weigert Wanke. ( Ao centro)

Tributo a Marie. Parte IV

Curitiba/ Ponta-Grossa, aos tempos de hoje. Século XX e XXI É interessante observar que talentos, defeitos, estigmas de família permanecem, muitas vezes, de geração a geração […]
9 de janeiro de 2015
2colon

Viagem de Marie ao Brasil.Parte III

Viagem de Marie ao Brasil Breslau. Século XIX – 1879 a 1943 Quando completei  8 anos meu pai viajou para o Brasil. Vivíamos em Breslau perto […]
9 de janeiro de 2015
HPIM0124

Um resgate necessário. Parte II

Curitiba, Paraná/Brasil, aos dias de hoje. Século XXI Egon gostava demais de contar as histórias dos nossos antepassados, imigrantes que saíram da Silésia alemã (agora República […]
9 de janeiro de 2015
CMYK b‡sico

Ser dona de casa, eu? Parte I

  Avenida Candido de Abreu, Curitiba/Brasil, 1888 – casa de Marie Weigert Wanke Minha história, na verdade, começa aqui, no dia em que minha mãe me […]