Barcelona e o museu que Picasso desejou colocar suas obras

Renata 272
Eu escrevo com tesão
3 de abril de 2017
schiave2
Escravo, nem pensar!
7 de abril de 2017

Barcelona e o museu que Picasso desejou colocar suas obras

Duas Mulheres. 1933 - Água-forte, Pablo Picasso

Duas Mulheres. 1933 - Água-forte, Pablo Picasso

Para chegar ao Museu Picasso, em Barcelona, que abriga obras importantes do pintor, escultor e desenhista espanhol, Pablo Diego José Francisco de PaulNepomuceno María de los Remedios Cipriano de la Santísima Trinidad Ruiz y Picasso, ou pelo nome mais conhecido Pablo Picasso ( 1881-1973), basta ser amante da história da arte e percorrer as ruelas estreitas da capital da Catalunha.

Os cinco palácios que abrigam um só museu, na Carrer Montcada, apresentam obras das diversas fases da vida desse artista que marcou época e revolucionou a história da arte.

Cinco Casarões

O Museu Picasso foi criado por desejo pessoal do pintor que sempre manteve laços afetivos com a cidade em que viveu os primeiros anos de sua vida. A beleza arquitetônica dos cinco casarões e as 3.800 obras do acervo traçam um conjunto único: apresentação de sua produção artística próxima ao ambiente em que viveu na adolescência e juventude, a cidade velha de Barcelona, onde encontram-se também as oficinas, casas, a cervejaria Els Quatre Gats e as oficinas dos amigos.

A família Picasso chegou em Barcelona em 1895 e logo em seguida Picasso começou a frequentar a Escola de Belas Artes do Mercado. Um ano depois produziu o primeiro estudo Ciência e Caridade. Em 1899 compartilha o seu primeiro estúdio com Santiago Cardona, e na sequência continua mudando a sede de suas oficinas, até deixar a cidade e mudar para Paris em abril de 1904.

Barcelona

IMG_3713

De qualquer modo, o museu de Barcelona tem as principais obras produzidas durante a juventude do pintor, incluindo a série completa de Las Meninas – interpretação pessoal que Picasso fez da obra de Diego Velasquez, pintado em 1656, retratando a família de Felipe IV, uma das obras mais comentadas e interpretadas no mundo arte.

Picasso, neste estudo, produziu 4 4 obras finalizadas em 1957, dando uma nova realidade e uma nova forma à pintura da antiga corte espanhola.

set_n1_11

Entre as obras também destacadas pelo museu, encontra-se a L`espera (Margot), Paris, 1901. É ambientada na vida noturna de Paris e retrata uma prostituta. As pinceladas e cores intensas usadas por Picasso mostram influência de Van Gogh.

IMG_6136Outra obra, O sonho, também uma figura de mulher, já da fase cubista, o artista expõe o erotismo visual ao apresentar a personagem tocando o seu púbis, de olhos fechados, voltada para si.

Para conhecer o museu visite este endereço www.museupicasso.bcn.es

Comentários Facebook

comentarios

Mari Weigert
Mari Weigert
Mari Weigert é jornalista com especialização em História da Arte pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná. Atuou na área de cultura como jornalista oficial do Governo do Paraná. Durante um ano participou das aulas de crítica de arte de Maria Letizia Proietti e Orieta Rossi, na Sapienza Università, em Roma. Acredita nas palavras bem ditas ou 'benditas', ou seja, bem escritas, que educam, que seduzem pelos significados, pela emoção ao informar sobre a arte da vida que se manifesta nas relações afetivas, na criação artística, nos lugares, na natureza e na energia do Universo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *